domingo, 20 de janeiro de 2008

Não sei o que fazer...

Já por muitas vezes tentei desabafar aqui, mas acabo sempre por apagar, não sei pk, por medo, por vergonha, por pensar k é um blog para o kiko mas no fim foi por causa de mim que eu fiz...
Eu Amo o meu marido, mas axo que o nosso casamento já deu o que tinha a dar, mas acho isti desde o dia do nosso casamento, ás vezes ponho-me a pensar "PK CASEI???" mas n encontro resposta, só mais perguntas.

Ele nunca está em casa, tem um trabalho que faz com que saia de casa de manhã e volte á noite, por causa disto é que axo k o casamento durou até agora, pk nós só estamos realmente juntos 1 vez por semana no dia de folga, mas antes de mim ele põe a família dele á frente, coisa com que eu sempre me chateei, era capaz de me deixar sozinha para ir a casa da mãe ou sair com os irmãos.

Com o tempo fui ficando farta de lutar, chorei muito, mesmo muito, mas agora acho que as minhas lágrimas secaram, acho que já não tenho mais lágrimas para chorar.

Com o nascimento do nosso filhote pensei que as coisas iam mudar, mas não, ficou tudo na mesma, mas com um filho começamos a pensar noutras coisas, então deixei de dar tanta importância á minha vida e viver para o meu filho, apesar dele ser um terrorista e por-me os cabelos a pé.

Agora o meu marido está diferente, já quer viver mais o NÓS, o nós k eu sempre kis e procurei, mas agora sou eu k n kero, antes pedia-lhe p irmos dar uma volta os 2, para isso era preciso andar mais de 1mês a pedir, pk todas as folgas era para estar com a família dele, agora, ele quer sair e eu penso, "sair para quê, onde vamos..." Mas isto tudo porque agora cada um começou a viver a sua vida, ou mais ou menos...

Queria sair de casa, começar uma vida nova, longe dele mas até k ponto é k eu conseguia???? Nunca me faltou nada com ele, só o principal COMPANHIA.

Por outro lado queria que o nosso casamento desse certo, adorava ter outro filho, mudarmos de casa...

Não sei o que fazer á minha vida, cada dia que passa mais confusa fico...

6 comentários:

Xana disse...

Miguinha, só tu e mais ninguem podem decidir o que queres e o caminho a seguires, tens de pesar tudo de bom e de mau. Não penses que um filho muda as coisas, não te metas nisso, depois ficas com os dois e já com um te ves aflita imagina o trabalho a dobrar só para ti.
Já sabes que estou aqui.
Mil beijokas e que o dia hoje te ajude.
Xana

Mara disse...

São grandes decisões e etapas que fazem parte das nossas vidas... E que só tu podes tomar... Nós cá estaremos, ainda que à distância, para te apoiar no que escolheres como sendo o melhor para TI e para o Kiko.
Beijinhos grandes

Anita disse...

Iiii Anocas,...estou pensativa..
fez-me recuar no tempo.
fez-me lembrar a noção que eu tinha no dia do meu casamento de que não ía dar certo, da esperança que eu tinha que as pessoas mudassem, da ideia de que um filho melhora tudo....fez-me lembrar tanta coisa!!
Como sabes divorciei-me do pai da minha filha mais velha.Estive casada com ele 3 anos tinha a Inês 8 meses....Suportei tudo Ana, tudo!Muito igual ao que descreves. Até que um dia já nem a voz dele conseguia ouvir. Chegou, encheu, não dava mais!
Tive que assumir que não o suportaria para o resto da vida.
Custou-me tanto Ana, mas tanto! Sozinha com uma bebé de 8 meses um bocadinho longe de tudo, dos meus pais, do meu irmão, custou...foi barra!
Hoje, sou feliz, não há perfeições, não h´+a milagres, mas são tão mais feliz. E fui capaz, dei a volts e o melhor de tudo,descobri que a vida era muito melhor.
AGORA, e um agora muito importante:
SÓ TU, E APENAS TU É QUE VAIS DECIDIR O QUE QUERES PARA A TUA VIDA. Venha quem vier, a mãe, a sogra, o amigo ou a amiga,ouve-te a ti e pensa só em ti e no teu kiko..só isso, porque o resto minha krida vais saber levar na perfeição, uns dias melhor, outros pior.
Tomes a decisão que tomares, é tua, é a tua vida.
Estamos cá para desabafares SEMPRE.
Não te esqueças.

Xana e Pinxesas disse...

Ó D.Ana, fax favôr de dar noticias, Ok?
Olha que aqui não podemos enerbar, que xobe a tensón, oubisti?
JInhos

Alice disse...

Não sei que te diga ... ainda bem que desabafas, porque às vezes quando relemos o que escrevemos, encontramos as respostas para as nossas perguntas ...

... segue o teu coração :)

beijinhos

Moranguinha disse...

já havia lido isto a uns dias mas n pude comentar (Rafa acordara) e daí ter perguntado no msn como estava a cabeça ;).
As decisões só nós podemos tomar. Eu divorciei-me num mês e encontrei a minha alma gémea e agora temos o Rafa. Não digo com isto que te devas divorciar. Eu demorei muito até dar esse passo. Só tu sabes o que vai dentro do teu coração!
Boa sorte com ele! O meu é muito complicado lol!
jokas